Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

retalhos de sonhos

retalhos de sonhos

a nossa história

A ajudante foi buscar o Jim e entregou-o ao Tomás , pagou e voltou para o carro com o animal aos pulos a volta dele muito contente. Entraram no carro mas, ele não sabia o que pensar Sara tinha ido ver o Jim , Porquê? Onde ela estava? Agora sim estava determinado a saber tudo e a descobrir onde estava Sara. (Tytas)

Os dias passaram. Tomás regressou á sua rotina diária. Jim melhorava a olhos vistos, já saltitava por todo o lado assim que Tomás chegava a casa. Mas para Tomás havia um vazio nos seus dias. Não conseguia esquecer Sara em nehum minuto dos seus dias. Onde estás? - pensava Tomás tantas vezes. Costumava passar em frente da casa dela na esperança de detectar algum sinal de vida, mas continuava tudo fechado. Por vezes deambulava pela cidade à procura dela e chegou mesmo, contra todas as sua convicções, a entrar num clube de steap para verificar se ela estava lá a trabalhar. Nada. Absolutamente nada.

Fim-de-semana. Como habitualmente, Tomás foi passear com Jim pela serra e recordou aquele primeiro passeio. Foi até aquele alto da serra onde Sara ficou deslumbrada com a vista.

- Não, não acredito! Sara ! - exclamou Tomás.

Sara olhou para Tomás e começou a chorar. (Geny)

- Vejo que o Jim já está bom! - disse Sara.

- Está optimo. Este diabrete já ando todo traquinas outra vez - respondeu Tomás sem deixar de olhar para Sara.

Sara continuou a brincar com Jim, que estava todo contente por a ver.

- Deves estar a pensar porque é que eu desapareci...

- Estaria a mentir se dissesse que não. Deixaste-me bastante confuso e pensativo. Mas não sei se tenho o direito de te pedir alguma explicação. Não és obrigada a justificar nada.

- Direito não tens. Mas preciso de falar com alguém. Este assunto sufoca-me.

Tomás olhou para ela. Sara tinha uma mágoa tão grande reflectida no seu olhar. Estava triste e cansada. Cansada de viver com medo. Cansada de viver prisioneira do seu destino. Do destino que ela própria tinha escolhido.

- Tudo começou na faculdade. À noite ía com as minhas colegas para o café. Brincavamos imenso. Sabes como é que é a vida de estudante... Numa dessas noites conheci um rapaz fantástico. Porte atléctico, moreno, lindo mesmo. Fiquei toda vaidosa, porque no meio de todas nós, e tinha colegas bem bonitas, ele reparou em mim. Dirigiu-se a mim e perguntou-me se queria tomar alguma coisa com ele. Aceitei e a noite acabou no jardim perto da casa onde morava. Conversámos imenso e marcámos encontro para o dia seguinte depois das aulas. (Geny)

 

Vá lá, fico à espera de sugestões para continuar a história. Como é que este rapaz mudou a vida de Sara?

-