Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

retalhos de sonhos

retalhos de sonhos

Quero-te de volta!

Desististe de viver

Envolvida na dor dessa maldita doença.

Submergiste todas as alegrias do passado

Embalada na tristeza do presente,

Sentido nas rugas vincadas,

Partilhado nas lágrimas derramadas

Enquanto as limpo com as

Recordações vividas na inocência

Outrora fruto dos teus sorrisos.

 

Quero-te de volta!

Uma mulher cheia de

Encantos infindáveis

Rica em ternura

Oculta em animosidade.

 

 

Encaixe perfeito

Ainda te lembras do sabor do meu corpo?

Sabor de um corpo que te deseja que anseia desesperadamente pelo teu toque. As tuas mãos, os teus beijos, o contacto do teu corpo possante...

Ainda te lembras de como cada pedaço de mim se deleita ao passar dos teus lábios?

Um banho de carícias que me proporcionas com a tua boca em cada recanto da minha pele que se arrepia ao teu contacto. Fazes-me gemer como se uma tempestade de loucura se apoderasse de mim. Quente, suave e doce...

Ainda te lembras como só tu me completas?

No calor dos teus abraços, no encaixar perfeito do teu corpo no meu...

O meu corpo lembra-se de todos estes momentos, do alucinante prazer que lhe provocas e pede mais.

                                            Preciso de ti...agora...

 

 

 

 

Complexidade

Porque é tão difícil escrever um texto?

Aprendemos a escrever e a ler bem cedo, crescemos rodeados de letras e números em todos os dias da nossa vida.

Adquirimos experiência suficiente para tratar com bastante familiaridade todos os números e todas as vinte e três letras que constituem o abecedário.

Conseguimos depositar todo o nosso esforço em torná-las percetíveis aos olhos de quem as lê e quem as sente como se de uma carícia se tratasse.

Conseguimos transformá-las em pedras aguçadas quando a raiva nos domina a mente.

Onde está a dificuldade em juntar letras em palavras, palavras em frases, frases em textos? Temos os ingredientes todos para transformar folhas vazias em páginas cheias de memórias nossas.

Não custa nada começar assim:

                                     Tenho tantas saudades tuas...