Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

retalhos de sonhos

retalhos de sonhos

Sombra

 

Sou uma sombra do que fui. Fui vida. Fui cor. Fui alimento. A audácia de querer  acompanhar-te para sempre, no rumorejar dos teus braços. Foi débil este arrojo.
Sonhava ficar aqui mais um pouco, mas os ventos outonais não ouviram as minhas súplicas. Reduziste-me a pó, nesta estrada calcada, pela força dos teus movimentos. 
Um dia, não serei mais que uma lembrança ténue da tua primavera.

 

folha.jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.